top of page

O que deve mexer com as expectativas econômicas na próxima semana




LEIA EM SEGUNDOS OS MINUTOS DA SEMANA QUE PASSOU...


· Serviços têm queda de 0,6% em outubro, menor do que as expectativas do mercado.

· Ata da reunião do Copom que manteve Selic em 13,75% não indicou prazo para reduzir o patamar dos juros.

· O Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento (SNIS) apresentou o diagnóstico do saneamento para 2021. Verificou-se queda do investimento de R$ 18,43 bilhões para R$ 17,28 bilhões em valores de 2022.

· O Comitê de Política Monetária dos EUA (Fomc, sigla em inglês), decidiu reajustar a taxa primária de juros em 0,5 p.p., colocando-a no intervalo entre 4,25% e 4,5% a.a.

· Prévia do PIB para outubro mostra estabilidade (-0,05%) na atividade e indica crescimento do PIB próxima a 3% em 2022 .

· Banco Central aumenta projeção de crescimento para 2,9% em 2022 e 1% em 2023.





O que deve mexer com as expectativas econômicas na próxima semana...


No cenário doméstico:


i. Destaque da semana antes do Natal: negociações políticas envolvendo a PEC da Transição, cuja votação na Câmara está prevista para a próxima terça. Chama atenção também a mudança na Lei das Estatais que tramita no Senado.

ii. Na segunda deve ser retomado o julgamento sobre a constitucionalidade das emendas de relator, conhecido como orçamento secreto. O placar está 5 a 4 pela inconstitucionalidade, faltando os votos dos ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

iii. Na sexta (23/12) será divulgado o IPCA-15 de dezembro. A expectativa da GO Associados é de 0,56%.

iv. Na terça (20/12) pode ocorrer o leilão de privatização da Corsan. Ontem a Justiça do Trabalho suspendeu o leilão, mas é possível que esta decisão caia nos próximos dias.

v. Na quinta (22/12) ocorre o leilão de concessão do metrô de Belo Horizonte com expectativa de R$ 3,5 bi ao longo dos 30 anos de contrato. Sairá vencedor do leilão a quem oferecer o maior valor para a aquisição das ações de Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU-MG).

No cenário internacional: 


vi. O ponto de atenção será a publicação nos EUA do Índice de Preços de Despesas de Consumo Pessoal (PCE) de novembro. Os dados de inflação nos EUA serão importantes para determinar a magnitude (0,25 p.p. ou 0,5 p.p.) do aumento na taxa de juros na próxima reunião, em fevereiro de 2023.



4 visualizações

Comments


bottom of page